Brasil Colônia
Sociedade
Revoltas
Economia no Período Colonial
Escravidão
Arte
Fale Conosco
Mapa do Site






A Sociedade no Brasil Colonial
A sociedade colonial tinha como referência o chefe da família e não havia a possibilidade de uma mudança social. A sociedade se desenvolvia com base no engenho de açúcar e o aspecto urbano é estabelecido primeiramente em Minas Gerais, enquanto no nordeste a base da economia era agrária. Com a entrada da mineração na economia da colônia, surge a possibilidade de uma alteração social para alguns extratos da população.
 
cidade-históricaBandeirantes

Os bandeirantes são considerados os desbravadores do país. Os mais conhecidos são: Antônio Raposo Tavares, Manuel de Borba Gato, Fernão Dias Pais e Domingos Jorge Velho. Eles exploravam as regiões de interior do país que podiam ser denominadas em entradas (expedições financiadas pelo governo) e bandeiras (expedições pagas pelos senhores de engenho).

Eles capturavam índios e escravos que fugiam e a partir do século XVII, eles passaram a procurar pedras preciosas. Alguns bandeirantes também realizavam expedições em localidades fora do Brasil. Eles eram violentos com os índios, mas também ajudaram a descobrir diversas localidades no interior do país.

O trabalho dos bandeirantes pode ser dividido em três fases:

-Apresador: o objetivo era prender os índios para usá-los como escravos;
-Prospector: explorar a terra para encontrar pedras preciosas;
-Expedição feita para acabar com os quilombos.
crucifixo
 
Jesuítas

Os jesuítas desembarcaram no Brasil em 1549, através da expedição de Tomé de Souza. Eles vieram com o intuito de divulgar a religião católica no Brasil. Foram responsáveis pela criação de colégios e missões, passaram a ser responsáveis pela conversão dos nativos e pela administração das instituições de ensino. Em 1553, chegou ao Brasil José de Anchieta, que foi responsável por fazer a primeira gramática e dicionário da língua indígena.

Objetivos
 
-Difundir o catolicismo por todo o território brasileiro;
-Catequizar os índios;
-Construção de escolas católicas.

Os jesuítas passaram a ter uma grande influência e a igreja se tornou mais independente do Estado. No século XVIII, com a oposição do ministro do rei Dom José I, Marquês de Pombal, diversos jesuítas foram expulsos do Brasil e vários colégios foram fechados. Os jesuítas foram enviados para Portugal e lá, foram presos.

Brasil Império


O Brasil Imperial começou a partir da proclamação da independência ,em 07 de setembro de 1822. O grito de independência foi feito por Dom Pedro I. Nesse período, o Brasil foi governado por regentes e por dois imperadores. O fim do período imperial ocorreu após a Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889.

Brasil República

O Brasil República aconteceu entre o ano de 1889 a 1930. Conhecido como República Velha, foi predominante a superioridade dos estados de São Paulo e Minas Gerais, e suas cidades históricas, em relação aos outros estados. O café passou a ser o produto mais exportado pelo país e seus lucros alavancavam a indústria brasileira. Foi uma época em que ocorreram muitas revoltas e mudanças sociais.